Blog da comunidade "Carnaval Salvador Eu Vou!"

Foto: César Irará

O vocalista da banda A Bronkka, Igor Kanário, esclarece toda a polêmica que está rondando os bastidores do pagode entre a sua banda e o grupo No Styllo. Polêmico, ousado, abusado e sem papas na língua, o menino, que está em ascensão na música baiana, falou sobre o preconceito que a sociedade elitizada tem com sua música e revelou todos os detalhes da sua rivalidade com o cantor Chiclete. Segue abaixo um trecho concedido ao site Universo Axé:

UNIVERSO AXÉ –  Igor, você está a quanto tempo liderando a banda  A Bronkka?

Igor Kanário – Na Bronkka tenho dois anos, mas comecei a cantar desde meus 14 anos, passei pelo Swing do P, Patrulha do Samba… Aí resolvi sair do Swing do P e formar a banda A Bronkka, que apesar de ter apenas dois anos de criação os músicos já tocam juntos há 9 anos.

UNIVERSO AXÉ - Muita gente discrimina A Bronkka porque afirmam que o grupo é voltado para o ladrão. Vocês direcionam seu público?

Igor Kanário – Tocamos para todo tipo de público, A Bronkka não fala só de guetto, apesar de ser a nossa identidade, a nossa raiz ser a Liberdade (bairro). Temos música para agradar todo tipo de gente, sejam crianças, idosos, mulheres… nossas músicas falam de brincadeira, de amor… enfim, a gente toca o que o povo gosta de ouvir.

UNIVERSO AXÉ – Então o seu público não é marginalizado?

Igor Kanário - Eu vejo isso de uma forma diferente, estão julgando mal o nosso trabalho. O nome de fato é forte, A Bronkka, mas é a Bronkka do bem e a gente não está aqui para passar marginalidade para a galera, estamos querendo passar através da nossa música um pouco do que a gente viveu. Se as pessoas forem perceber, todas as letras das músicas da Bronkka são uma história, não são apenas refrão e estrofe, são letras.

 UNIVERSO AXÉ – Vocês não sofrem nenhum tipo de preconceito pelo estilo de cantar?

Igor Kanário – A galera tem que parar com esse preconceito porque a gente não está aqui para induzir ninguém para ir para o lado errado nunca. Estamos aqui para levar música, alegria e um pouco da nossa cultura do guetto.

UNIVERSO AXÉ – O que verdadeiramente acontece entre o Igor Kanário e Chiclete?

Igor Kanário – Na verdade, eu não tenho necessidade de ficar discutindo, brigando com ninguém sabe? Eu faço meu trabalho, sei do meu talento, sei da minha voz, sei que o povo sabe que a voz é minha e quem me imita é ele… Mas tudo que é bom se copia e o resultado é esse que todo mundo vê, que é o rapaz de lá imitando, mas está perdendo tempo, porque Igor Kanário só tem um, é único!

UNIVERSO AXÉ – Muitos artistas já passaram por essa situação. Qual o problema disso?

Igor Kanário – O problema que já está passando do lado musical, a gente não está aqui apelando para aparecer. Muita gente pensa que é jogo de marketing para as duas bandas se engrandecerem, mas não é… Já é um problema pessoal, já é falta de respeito, é ego de um homem, por que homem que é homem não manda recado. Enquanto estava no lado musical eu estava quieto, ele fazia a música dele de lá, eu fazia minha música de cá, mas todo mundo sabe que eu estou em primeiro lugar, que o original sou eu.

UNIVERSO AXÉ – Como você analisa essa rivalidade entre os fãs da Bronkka e No Styllo?

Igor Kanário – Queria dizer aos meus fãs que não liguem, peço a eles que ignorem… não se metam nessa briga, continuem ouvindo meu som e deixem a briga pro Kanário aqui.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: